Visitas

domingo, 13 de junho de 2010

Resenha o Rapaz que não era de Liverpool


O Livro O rapaz que não era de Liverpool do autor Caio Riter, foi publicado pela editora SM, em São Paulo no ano de 2006, contem 127 paginas em geral, 1º edição.
O autor relata uma historia de um garoto de 15 anos chamado Marcelo.
Ele tinha uma vida boa, mais certo dia em uma aula de biologia descobre que é adotado.

Quando chega em casa ele conversa com a sua mãe sobre isso, e ela fala que ele não é filho dela,  é adotado.Corre para o seu quarto, fecha a porta, e começa a chorar pensando que foi traído pela sua família.

Seus pais resolvem se separar, pois não a mais o amor que havia antes. Isso complica mais ainda a vida de Marcelo.
Depois da confirmação de que é adotado, ele resolve passar uns dias na casa da sua avó, para refletir um pouco sobre sua vida.
Conversando com ela, ele descobre que a adoção não é uma coisa ruim, mais sim um ato de amor.

Quando ele volta pra casa abraça os seus pais, ri e chora com eles, e ele passou a dizer que mesmo se os Beatles fossem quatro não importava, pois eles eram cinco, mesmo sendo adotivo sabia que seus pais o amavam como um filho, assim como seus irmãos.

A adoção em minha opinião é uma coisa muito bonita, pois os pais escolhem uma pessoa para amar, no meio de tantas.

Gostei muito do livro porque ele relata uma historia de amor para com o próximo, a ADOÇÃO. Um filho adotado é mas amado do que um filho legitimo, na minha opinião.




2 comentários:

Helena Caldas disse...

Heitor, há no texto algumas palvras que apresetam erro de digitação.Faça a correção.

um abraço!

Heitor Torchia disse...

Ok

Postar um comentário